quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Norte e Nordeste têm os piores indicadores de acesso à Justiça do país

Norte e Nordeste são as regiões com as maiores dificuldades de acesso ao sistema judicial, segundo o Índice Nacional de Acesso a Justiça (Inaj) divulgado hoje (16) pelo Ministério da Justiça. Em uma escala que parte de 0 e não tem um número máximo, Maranhão (0,04), Pará (0,07), Amazonas (0,08), Bahia, Ceará e Alagoas (todos com 0,09) aparecem nos últimos lugares.

As duas regiões têm índices que alcançam metade do acesso à Justiça do Sudeste e Centro-Oeste. As unidades federativas com os maiores índices são Distrito Federal (0,41), Rio de Janeiro (0,31), São Paulo (0,25), Rio Grande do Sul (0,24) e Paraná (0,19). A média brasileira é 0,13. Dezesseis estados estão abaixo da média.

O índice foi desenvolvido em parceria com a Universidade de Brasília (UnB). O cálculo é feito a partir de informações públicas sobre o número de unidades e operadores do Direito – profissionais que participam do sistema judiciário, como advogados, defensores públicos, promotores de Justiça e juízes – que cada instituição ligada à Justiça tem. É levado em consideração o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e as informações sobre órgãos e instituições essenciais para o funcionamento da Justiça, tais como o número de defensores públicos.

Mantega confirma IPI maior para automóveis no próximo ano

O Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos voltará a subir em 2014, confirmou hoje o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Ele rejeitou a possibilidade de o imposto reduzido ser mantido no próximo ano, apesar dos pedidos das montadoras e do impacto sobre os preços. “Posso antecipar que o IPI [para os automóveis] vai subir mesmo em 2014. Não haverá volta atrás na redução do IPI”, declarou o ministro após reunião com representantes da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), metalúrgicos e o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

Apesar de ter reiterado que o imposto voltará a subir no próximo ano, Mantega não detalhou como ocorrerá o reajuste. No entanto, na semana retrasada, em São Paulo, o ministro informou que as alíquotas serão recompostas de forma gradual ao longo de 2014. Originalmente, o IPI para os veículos estava previsto para subir a partir de abril, mas o governo estendeu o benefício fiscal até o fim de 2013.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

DECISÃO

Decidi não ficar mais triste,
Decidi não chorar por mais ninguém,
Decidi não desperdiçar meu tempo com coisas que não irão acrescentar nada a minha vida, além de sofrimento
Decidi não abrir mão do meu amor próprio, sei que ele ainda existe...
Decidi ficar calado, o silêncio realmente é a melhor resposta
Decidi esconder qualquer lágrima que teime em cair
Decidi abrir os olhos e vê o horizonte, talvez ainda escuro, mas vou em frente
Decidi esperar a próxima batalha, pois a guerra nunca tem fim
Decidi jogar tudo pro ar
Decidi que só vou fazer o que tenho vontade
Decidi que vou pensar em mim
Decidi que vou aprender coisas novas
Decidi que vou me guiar pela minha fé
Decidi que vou fazer vou ver o pro do sol
Decidi que não vou mais sofrer
Decidi que vou escutar os mais velhos, eles são fonte de sabedoria
Decidi ser feliz

Por: JOAMMA DINIZ

Voto aberto para veto presidencial começa hoje no Congresso Nacional

O Congresso Nacional analisa hoje (10), a partir das 14h, vetos da presidenta Dilma Rousseff em votação aberta, a primeira após a promulgação da emenda constitucional que determinou o fim do voto secreto nas análises de vetos presidenciais e em processos de cassação de parlamentares. A partir de agora, deputados e senadores não votarão por meio de cédulas de papel, mas diretamente no painel eletrônico do plenário da Câmara e o resultado será divulgado na hora.

Na primeira sessão, serão examinados três vetos da presidenta Dilma Rousseff. Cada item será votado separadamente. Entre eles, está o veto a um trecho do Programa Mais Médicos, referente ao parágrafo que proibia os profissionais estrangeiros do programa de exercerem a profissão fora do projeto.

Preenchimento automático do IR só beneficia em 2014 contribuintes com certificação digital

Previsto para entrar em vigor no próximo ano, o pré-preenchimento da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física será implementado por etapas, informou hoje (9) a Receita Federal. Em 2014, somente os contribuintes com certificado digital, que somam 1 milhão em todo o país, poderão ter acesso a essa funcionalidade.O número equivale a apenas 3,8% dos 26 milhões de pessoas físicas que entregaram a declaração neste ano.

Em nota, a Receita informou que a decisão de escalonar o projeto foi tomada pelas questões de segurança que envolvem esse tipo de mudança. Nos anos seguintes, o recurso será estendido a mais contribuintes, mas o órgão não informou quando todos os declarantes terão o formulário preenchido pelo Fisco com antecedência.

No novo modelo, o contribuinte receberá a declaração preenchida pelo Fisco assim que baixar o programa gerador, bastando confirmar as informações e transmitir os dados à Receita Federal. Se não houver alterações de patrimônio, de dívidas e de deduções, o contribuinte nem precisará fazer ajustes na declaração. De acordo com o órgão, esse novo sistema acelera o processo de entrega e evita erros que atrasam o pagamento das restituições.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

MORRE NELSON MANDELA. SEU LEGADO FICA PARA SEMPRE

Uma das figuras mais celebradas do mundo, primeiro presidente negro da África do Sul, com sua face estampada em todas as notas de dinheiro de seu país, o Prêmio Nobel da Paz Nelson Mandela também foi um dos mártires que pagaram mais caro, na própria pele, por acreditar e lutar por sua causa, a igualdade racial. Nesta quinta-feira 5, aos 95 anos de idade, Mandela deu seu último suspiro – e da condição de lenda vida passou a imortal da humanidade. Seu exemplo de resistência às injustiças será sempre celebrado por todo o sempre, em todo o mundo.

Na condição de um dos líderes do Congresso Nacional Africano, partido que comandou a resistência ao regime do apartheid ao longo do século 20, Mandela, após uma série de prisões, foi condenado à pena perpétua em 11 de junho de 1964. Naquele período, apenas 20% dos habitantes da África do Sul eram brancos, contra uma esmagadora maioria de negros, mas o país não era deles. Toda a circulação era restrita, feita por meio de passes com autorizações para deslocamento até mesmo entre bairros das grandes cidades.

Com o número de prisioneiro 46664, Mandela foi jogado numa cela de 2,5 m por 1,5 m na ilha de Robben, onde seria privado do contato com o mundo exterior. Impedido de ver seus filhos e obter notícias de fora, tinha como único alento visitas esporádicas de sua mulher Winnie. Ele só sairia de lá, pela força de uma série de campanhas internacionais e forte pressão do CNA, em 1990, depois de 26 anos no cárcere. Estava, porém, politicamente mais forte do que nunca. Uma multidão foi recebê-lo. "Quando me vi no meio da multidão, alcei o punho direito e estalou um clamor. Não havia podido fazer isso desde há vinte e sete anos, e me invadiu uma sensação de alegria e de força", disse Mandela na ocasião.

Mesmo tendo um mundo completamente estranho à sua volta – ao ser preso pela primeira vez, em 1958, a África do Sul não permitia a negros terem televisão, mas na década de 1990, para assombro de Mandela, já era possível telefonar de dentro de aviões –, Mandela não teve dificuldades em ser eleito presidente do CNA. Mais complicada foi a vitória presidencial, na eleição de 1993, quando teve de enfrentar atentados contra figuras importantes de seu partido. Dono de enorme prestígio internacional, tendo dividido o Prêmio Nobel da Paz de 2003 com o então presidente Pietr Botha, Mandela superou todos os obstáculos para chegar ao governo com um discurso de conciliação dos negros com os brancos, apesar de todas as perseguições. Hoje, avalia-se que essa era a única estratégia possível para superar aquele momento.

Depois de ter perdido filhos e netos de maneira trágica, ter sido traído por sua mulher e enfrentado até incompreensões entre seus partidários, que exigiam dele uma postura mais agressiva frente ao regime que superava, Mandela mostrou-se ao longo da vida um político maior do que as circunstâncias imediatas. Sob sua condução serena nos anos 1990, como presidente – e de revolucionários que estudou técnicas de guerrilhas e participou de ações de enfrentamento direto com o regime nas décadas de 1950 e 1960, até se preso –, Mandela temperou agressividade e conciliação, para entrar para a história como figura única que sofreu todas as dores do racismo e soube ultrapassar a ira que seus adversários tentaram lhe impor. Essa característica serena de Mandela o torna uma líder até maior que sua própria causa, um verdadeiro exemplo de superação e fraternidade à toda prova.
via NEWS RONDÔNIA

DRONE CRIADO POR HACKER PODE SEQUESTRAR OUTROS DRONES EM PLENO VOO



O hacker Samyr Kamkar criou um Drone que é capaz de capturar outros drones através do uso de um Raspberry Pi e um controlador wireless. Batizado com o nome de SkyJack, ele usa o poder de processamento do computador e as interfaces sem fio para encontrar brechas de segurança nos drones que estejam voando por perto. Os planos das entregas rápidas da Amazon terão que ser repensados.Uma vez que essas brechas sejam encontradas, é possível que o SkyJack passe a receber informações colhidas pela câmera do drone capturado e o hacker, que controla o drone invasor, pode assumir o comando do aparelho invadido.

A parte "bizarra" da criação de Kamkar é uma possibilidade de uso que o próprio hacker explora em seu site pessoal: a de captura de drones da Amazon e de outras empresas. A empresa divulgou nesta semana a ideia de usar drones para entregar encomendas. Kamkar diz que seria possível, através do SkyJack, capturar drones da Amazon e, consequentemente, os produtos que eles estiverem carregando.

Será que vai dar certo esta ideia da Amazon de entregar produtos em 30 minutos?

De a acordo com Samyr Kamkar, o mesmo sistema pode ser adaptado para uso em terra. Com os mesmos recursos montados no SkyJack, é possível capturar drones a partir de um notebook, o que pode fazer do sistema uma ameaça até maior, já que, em terra, a capacidade de transmissão pode ser aumentada com o uso de antenas e controladores de mais potência e qualidade.

Via Slashgear

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Agricultores de RO se preparam para atender aumento da demanda do açaí

O preço do açaí em Porto Velho tem variado de R$ 7 a R$ 10. O aumento do valor não está justificado apenas pela entressafra, que vai de dezembro a março, mas pela demanda, que tem crescido, de acordo com o secretário Leonel Bertolin da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric).
"O açaí nativo, que a gente chama de açaí de várzea produzido no baixo madeira, está na fase de entressafra e a demanda dele é maior", explica Leonel.
Agricultores de Porto Velho se uniram num projeto chamado Reflorestamento Econômico Consorciado e Adensado (Reca)para garantir exportação do produto. O projeto beneficia mais de 400 mil quilos de açaí por mês. Com a proposta de fortalecer a agroindústria, cerca de um milhão de litros por mês deverão ser produzidos.
O distrito de Demarcação, no baixo madeira., deverá ser beneficiado pelo projeto em breve. A expectativa é a de que em dois meses o local receba a primeira fábrica de beneficiamento da fruta. "Vai melhorar 100%. A gente colhia pra consumir em casa e agora a gente vai fabricar para vender", afirma Walter Rodruigues Sobrinho, presidente da associação dos moradores de Demarcação.
Wanderlei Queiroz, empresário do ramo de sorvetes, garante que o produto é um dos mais procurados e para isso precisa estocar a polpa da fruta em grande quantidade. "No período da safra a gente compra cerca de 50 toneladas e estoca para poder usar o ano inteiro", explica Wanderlei.
No cardápio o açaí é servido em tigela batido, em forma de coquetéis. "De tudo que é jeito é bom; com farinha de tapioca, granola ou com frutas. Gosto muito", conta o servidor público João Cordeiro.


G1-RO