domingo, 1 de fevereiro de 2015

MULHER AMADA

Ah amada!
Essa incapacidade de viver feliz em ti, e quando antes te deixares será feliz.
Tudo se reproduz no filme de outrora
E enquanto tua vida voa por outros ares
A angustia se mistura e agora o que fazer?
E tão difícil seguir em algum caminho que não tem encontro ao tempo
Merecia ser tão seu e tão nosso.
E por tu desmontei meu castelo de ilusão
E tudo se tornou objeto do desejo e do sonho de algum amor.
Imagem da Internet