segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Comunicado de afastamento

Caros Leitores,
Comunico que o blog permanecerá desativado por prazo indeterminado – ressaltando, obviamente, que foi um prazer estar com vocês.
Grande abraço a todos e até breve.

Joamma Diniz

terça-feira, 3 de março de 2015

MULHER

A mulher contemporânea que trabalha e é determinada, que estuda, viaja, namora e é mãe, têm que ser linda e bem sucedida. Todas essas discussões sobre o papel da mulher na sociedade moderna é amplamente debatido em varias instancias. Sabemos que muitas conquistas foram alcançadas ao longo dos anos, porém é evidente que ainda somos reprimidas, quando optamos por não ser mãe, por não casar da forma tradicional, ganhamos salários inferiores exercendo a mesma função que os homens, somos violentadas, espancadas. Queremos ser livres.
Ser mulher é viver constantemente na luta por uma sobrevivência difícil, cheia de obstáculos impostos por uma rotina cansativa, talvez a mulher seja o ser mais apreciável da terra, pois apesar de tantas batalhas consegue transmitir uma beleza que irradia luz, consegue ser doce e generosa, ser uma super mulher todos os dias!


Imagem da internet

domingo, 1 de fevereiro de 2015

MULHER AMADA

Ah amada!
Essa incapacidade de viver feliz em ti, e quando antes te deixares será feliz.
Tudo se reproduz no filme de outrora
E enquanto tua vida voa por outros ares
A angustia se mistura e agora o que fazer?
E tão difícil seguir em algum caminho que não tem encontro ao tempo
Merecia ser tão seu e tão nosso.
E por tu desmontei meu castelo de ilusão
E tudo se tornou objeto do desejo e do sonho de algum amor.
Imagem da Internet

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

VIVÊNCIA

Tudo que vivi me trouxe até aqui e esses fragmentos de história me fizeram o que sou hoje, os acertos e os erros cometidos fazem parte desse caminho. Quando olho pra trás e repenso o que vivi, sinto vontade de reescrever certas histórias, mas o tempo é cruel, não há chance de voltar. Não me arrependo das escolhas que fiz, porém tenho saudade do vinho, da música, da conversa, do brilho da lua e da luz de um olhar. Esses rompantes de nostalgia que me chegam sempre no silêncio de um vazio me fazem refletir sobre minhas buscas. De algum modo esses fragmentos de história me impulsionam para outras escritas procurando o melhor caminho para seguir, novos horizontes e novas escolhas, pois o percurso natural da vida nos leva sempre enfrente, às vezes é necessária uma pausa a sombra dos pensamentos, eles sempre foram meu melhor companheiro.
Por: Joamma Diniz

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

QUANDO A SERRA ENCONTRA O RIO

Quando a serra encontra o rio é o tempo da travessia. Embora nunca tivessem se tocado a intimidade entre os dois denunciava o imenso amor que ela sentia por ele e vice e versa. Era um amor impossível, pois o rio jamais alcançaria a serra e tampouco ela sentiria força de suas águas, mas mesmo assim ela continuou a admirar seu amado, alimentando aquele amor que surgiu da admiração que ela sentia pela poesia de seu trajeto. Ele também a contemplava era apaixonado pela imponência de suas formas e todos os dias quando o sol os despertava eles se amavam a distância. Aquele amor era ingênuo e puro, contentava-se com a admiração mutua. Ela o desejava, queria banhar-se em suas águas num mergulho de amor e poesia do mesmo modo que ele desejava percorrer seus caminhos mais secretos em trilhas de paixão. E assim eles viveram esse amor-admiração em que ele a completa e ela o completa formando um encontro tão perfeito quanto uma paisagem no sertão.
Por:Joamma Diniz

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Superando Desafios

Muitas vezes nos impomos barreiras baseadas em momentos de dificuldades, porém momentos difíceis acontecem para todas as pessoas. A grande diferença está no modo como saímos dessas situações. Somos convidados a pensar as dificuldades enfrentadas por pessoas com deficiência, muitas reflexões cabem em nosso dia a dia, pois estas pessoas, seja por uma condição momentânea ou definitiva, enfrentam diariamente uma batalha contra o preconceito arraigado em nossa sociedade, às barreiras físicas e as condições precárias de locomoção. Um exemplo de superação, entre tantos casos é o do aluno do 7º período de Direito do ILES/ULBRA Porto Velho, Jonathan Mendonça Bispo que por uma fatalidade, um tiro acidental, ficou paraplégico aos 10 anos, porém isso não o impediu mesmo enfrentando muita dificuldade de buscar superar os desafios e almejar um futuro brilhante, lutando diariamente para enfrentar as condições desfavoráveis como, por exemplo, se locomover de sua casa até a faculdade, pois infelizmente segundo ele, a cidade não oferece as mínimas condições para que o cadeirante ou outra pessoa com outro tido de deficiência possa exercer seu direito de ir e vir. Jonathan é um exemplo de que não se pode desistir diante das barreiras impostas, pelo contrario devemos enfrentar os medos e seguir em frente.
Desejamos que o exemplo do aluno seja seguido por todos, buscando ser um cidadão de bem e valorizando aqueles que têm coragem de lutar e vencer seus limites, sabendo que a caminhada não é fácil, mas que a recompensa é garantida. Vamos refletir sobre valores como respeito, tolerância, para que a nossa sociedade seja mais justa e que todos possam dignamente exercer os seus direitos e cumprir seus deveres.
Por: Joamma Diniz- DRT/RN1623

Caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal vão parar por 6 horas no domingo

Os clientes da Caixa Econômica Federal vão ficar sem atendimento nos caixas eletrônicos no próximo domingo. De acordo com a CEF, os ambientes de autoatendimento estarão indisponíveis de 0h às 6h. Segundo o banco estatal, a pausa nos serviços durante este período no domingo se deve a uma atualização tecnológica, “que visa melhorar a qualidade e disponibilidade dos serviços aos clientes”, relata em nota.

Os cartões de débito e crédito e demais serviços como Internet Banking, Banking Móvel, Caixa Celular e Banco 24 Horas não sofrerão impacto.

IBGE: Brasil tem mais de 200 milhões de habitantes

O Brasil tem uma população de 202.768.562 habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), publicados, nesta quinta-feira, no Diário Oficial da União. O estado mais populoso, São Paulo, tem 44,03 milhões de habitantes. Já no estado menos populoso, Roraima, vivem 496,9 mil pessoas.

Os dados do IBGE são estimativas de população no dia 1º de julho de 2014. Além de São Paulo, cinco estados têm mais de 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,73 milhões), Rio de Janeiro (16,46 milhões), Bahia (15,13 milhões), Rio Grande do Sul (11,21 milhões) e Paraná (11,08 milhões). Na lista dos lista de unidades da federação com mais de 5 milhões de pessoas, estão seis estados: Pernambuco (9,28 milhões), Ceará (8,84 milhões), Pará (8,08 milhões), Maranhão (6,85 milhões), Santa Catarina (6,73 milhões) e Goiás (6,52 milhões).

Apenas dois estados têm menos de 1 milhão de habitantes, além de Roraima: Amapá (750,9 mil) e Acre (790,1 mil). As demais unidades federativas têm as seguintes populações: Paraíba (3,94 milhões), Espírito Santo (3,88 milhões), Amazonas (3,87 milhões), Rio Grande do Norte (3,41 milhões), Alagoas (3,32 milhões), Piauí (3,19 milhões), Mato Grosso (3,22 milhões), Distrito Federal (2,85 milhões), Mato Grosso do Sul (2,62 milhões), Sergipe (2,22 milhões), Rondônia (1,75 milhão) e Tocantins (1,5 milhão).

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Firme como uma rocha, mulher de Campos recebe amigos -

Mulher do candidato à Presidência da República Eduardo Campos, Renata Campos, ao lado dos cinco filhos, recebeu amigos, familiares e políticos em sua casa na manhã desta quarta-feira, 13. ”Não estava no script”, comentava ela ao abraçar as pessoas que a visitavam, muitas vezes chorando. Com cada um ela conversava e compartilhava a alegria de Campos com a sua performance na entrevista da bancada do Jornal Nacional na noite desta terça-feira, 12. “Fui lá e fiz um gol”, disse ele à mulher, depois da sabatina.

Renata recebeu a todos, de pé, e se revezava com os outros filhos nos cuidados com o caçula Miguel, de sete meses de idade. Ela e Campos se conheceram ainda crianças e começaram a namorar na adolescência. “Ela está firme como uma rocha”, resumiu o ex-secretário estadual de Imprensa de Campos, Evaldo Costa, amigo da família, ao falar sobre a postura de Renata diante da tragédia que se abateu sobre a família.